CONSULTORIA – PLANO DE LUBRIFICAÇÃO

Projeto1

O propósito de um plano de lubrificação eficiente é maximizar a confiabilidade dos equipamentos através do controle e registro das diversas atividades relacionadas à lubrificação:

  • Mapeamento de tontedos os equipamentos e de todos os pontos a serem lubrificados;
  • Aplicação do melhor lubrifica na quantidade, periodicidade e forma correta;
  • Inspeções periódicas do nível correto do lubrificante;
  • Inspeções da condição dos respiros e filtros;
  • Amostragem do lubrificante;
  • Condição ideal para a realização da tarefa (equipamento parado ou operando).

E, através do software de gestão da lubrificação, o Lub-it®, as rotinas de lubrificação são controladas e registradas. O software, desenvolvido e de propriedade da LUBRIN, gerencia por completo o programa de lubrificação. Algumas características e funcionalidades do software incluem:

  • Cadastramento dos equipamentos por TAG e nome;
  • Cadastramento dos lubrificantes de acordo com a norma DIN 51502 e nome comercial;
  • Elaborar a  melhor opção de rota para as tarefas de lubrificação (por lubrificante, por área, por condição de operação do equipamento, etc.);
  • Geração das ordens de serviço por tipo de serviço a ser realizado (lubrificação, inspeção, amostragem, troca, etc.);
  • Controle do HH (homem-hora) por atividade;
  • Controle do estoque de lubrificantes;
  • Programação dos serviços por periodicidade ou por medidor;
  • Emissão de diversos relatórios gerenciais;
  • Gerenciamento das análises dos lubrificantes (desde que o serviço seja  realizado no laboratório da LUBRIN).

CONSULTORIA – PROJETOS DE BLINDAGEM

Blindagem 1

Estudo do custo-benefício da implementação de dispositivos para a blindagem do equipamento com o objetivo de controlar a contaminação e, consequentemente maximizar sua vida útil;

  • Indicação dos melhores dispositivos para a blindagem do equipamento (adequação do melhor ponto para a coleta de amostra de óleo, respiros e filtros mais adequados, dentre outros);
  • Desenho em perspectiva do equipamento após a implementação dos dispositivos;
  • Manual de instalação dos dispositivos indicados;
  • Seleção dos melhores ensaios para a análise do lubrificante com o objetivo de monitorar a saúde do equipamento e do lubrificante e do desgaste do equipamento;
  • Indicação de lubrificantes mais eficientes para a aplicação;
  • Desenvolvimento de procedimentos específicos para a lubrificação, coleta de amostra e inspeção do equipamento.